Cinco tendências de mídia para 2023 do ponto de vista do leitor

Cinco tendências de mídia para 2023 do ponto de vista do leitor

A indústria de mídia e o jornalismo enfrentam inúmeros desafios até 2023, e existem algumas tendências marcadas pelo comportamento do leitor, seus hábitos e necessidades, que exigem mudanças, e que a mídia deve levar em consideração. A empresa Zephr, que fornece software para paywalls, selecionou o que considera serem as principais tendências de consumo de mídia, conforme destaca o Laboratório de Periodismo.

 

1 – Conteúdo compatível com dispositivos móveis e rastreamento entre dispositivos

Fevereiro de 2022 marcou um ponto de viragem, segundo dados do Stadista, e a utilização de smartphones para ler notícias online já é superior a qualquer outro dispositivo ou suporte, sendo que esta tendência é cada vez maior.

 

2 – Publicidade nativa ou não intrusiva

Os editores que desejam manter vivo o fluxo de receita de anúncios devem capacitar os anúncios que podem ser integrados ao conteúdo regular de maneira mais transparente, tornando-os menos intrusivos e mais adequados ao público.

 

3 – Tornar mais fácil para os leitores encontrarem informações

Mudanças recentes do Google obrigam os editores a modificar sua estratégia de SEO, para que os usuários possam continuar encontrando o conteúdo e, em alguns casos, atrair novos leitores para retê-los posteriormente.

 

4 – De “primeiro usuário” para “primeira comunidade”

A maioria dos usuários que fazem parte de uma comunidade de leitores passa mais tempo no site, gerando mais visitas e mais dinheiro.

 

5 – Processos de inscrição sem atrito

O tempo de atenção online está em um nível mais baixo de todos os tempos. Como resultado, como lembra o trabalho de Zephr, qualquer atrito ou barreira para acessar o conteúdo se transforma em resistência e pode aumentar drasticamente as chances de um usuário perder o interesse e deixar o site de mídia completamente.

 

Leia mais!

Fonte: Associação Nacional de Jornais (ANJ)