Em reunião da Federasul, governador anuncia retirada de 63 setores da revisão de benefícios fiscais

Em reunião da Federasul, governador anuncia retirada de 63 setores da revisão de benefícios fiscais

O governador Eduardo Leite anunciou, nesta quarta-feira (13/3), durante a primeira edição de 2024 do Tá na Mesa, a retirada de 63 setores produtivos de uma das medidas previstas pelo plano de revisão de benefícios fiscais proposto pelo Estado em dezembro de 2023. O evento é uma tradicional reunião-almoço promovida pela Federação de Entidades Empresariais do Rio Grande do Sul (Federasul).

As mudanças abarcavam, anteriormente, 64 setores produtivos. “Havia a previsão de estabelecer condições para que esses setores pudessem usufruir os benefícios fiscais. A partir do diálogo que está sendo feito, estamos retirando essa exigência para 63 setores, de modo que eles não precisarão contribuir para o Fundo de Reforma do Estado”, afirmou o governador. A exigência permanece apenas para um setor: o dos defensivos agrícolas, que hoje são desonerados.

As condições para usufruir os benefícios fiscais integram o plano apresentado pelo Estado para a recomposição de receitas. A proposta contempla outras medidas, como a Ampliação do Fator de Ajuste de Fruição.

Fonte: Governo RS

Foto:  Joel Vargas/Ascom GVG

Leia mais:

Projeto pretende tornar permanentes recursos do Pronampe