Negatividade e a falta de utilidade são causas para evitar as notícias

Negatividade e a falta de utilidade são causas para evitar as notícias

A negatividade com que a mídia por vezes retrata a realidade e a falta de utilidade das notícias no dia a dia dos usuários seriam duas das principais causas que levam as pessoas a evitarem as notícias, segundo pesquisa realizada por Benjamin Toff, professor da Universidade de Minnesota, e Rasmus Kleis Nielsen, diretor do Reuters Institute for the Study of Journalism.

Esses achados reforçam a importância das dimensões emocionais do uso das notícias, além de seu suposto valor como fonte de informação. “Embora os estudiosos da comunicação política frequentemente tratem o consumo de notícias como a pedra angular da boa cidadania, descobrimos que as pessoas que evitam notícias internalizaram fracamente e desiguais normas sobre o dever percebido de se manter informado, em parte porque antecipam que as notícias os tornarão ansiosos sem serem relevantes para suas vidas, resultando em um envolvimento limitado com as notícias e, por extensão, com questões cívicas e políticas. Promover sociedades mais informadas requer lidar com essas perspectivas arraigadas”, argumenta o estudo.

Leia mais!

Fonte: Associação Nacional de Jornais (ANJ)
Foto: Divulgação