Quatro tendências e previsões de jornalismo, mídia e tecnologia para 2023, segundo o Instituto Reuters

Quatro tendências e previsões de jornalismo, mídia e tecnologia para 2023, segundo o Instituto Reuters

O Instituto Reuters para o Estudo do Jornalismo publicou os resultados de uma investigação sobre os desafios da mídia em 2023, bem como as estratégias que os editores devem implementar.

1-As editoras estão muito menos confiantes em suas perspectivas de negócios. Menos da metade (44%) da amostra de editores, CEOs e líderes digitais estão confiantes de que vão melhorar este ano, e cerca de um quinto (19%) expressa pouca confiança. As maiores preocupações estão relacionadas ao aumento dos custos, queda no interesse dos anunciantes e queda nas assinaturas.

2- A pesquisa destaca que  a maioria dos editores (72%) está preocupada com o aumento da evasão de notícias, especialmente sobre tópicos importantes, mas muitas vezes desanimadores, como a Ucrânia e as mudanças climáticas, e apenas 12% não estão preocupados.

3-Mais editores estão investindo em assinaturas e associações até 2023, com a maioria dos entrevistados (80%) dizendo que essa será uma de suas principais prioridades de receita, à frente da exibição e da publicidade nativa. Apesar da redução dos gastos do consumidor, mais da metade (68%) ainda espera algum crescimento na receita de assinaturas e outros conteúdos pagos este ano.

4-Os editores dizem que, em média, haverá de três a quatro fluxos de receita importantes ou muito importantes neste ano. 

Leia mais!

Fonte: Associação Nacional de Jornais

Foto: Getty Images