Relatório da PEC da Transição mantém risco fiscal e pode exigir maior carga tributária, dizem analistas

Relatório da PEC da Transição mantém risco fiscal e pode exigir maior carga tributária, dizem analistas

Especialistas criticam falta de indicação de como financiar gasto extra e uso de argumentos econômicos equivocados pelo relator

O relatório da PEC 32, ou PEC da Transição, apresentado nesta terça-feira pelo senador Alexandre Silveira (PSD-MG), que prevê elevar em ao menos R$ 175 bilhões o gasto extra-teto por dois anos, mantém elevado o risco de explosão da dívida pública segundo analistas. E para evitar impactos mais pesados, vai exigir uma elevação de carga tributária para seu financiamento.

Essa possibilidade de elevação da carga tributária também faz parte dos cenários traçados pela WHG, que projeta a necessidade de uma lata de até 1% em caso de um gasto extra-teto de R$ 175 bilhões.

Leia mais! 

Fonte: Infomoney