Setor de mídia deve ter redução tributária de 17% com a Reforma

Setor de mídia deve ter redução tributária de 17% com a Reforma

Um levantamento do banco Santander, que considerou 114 empresas distribuídas em 15 setores, afirma que a reforma tributária sobre consumo deve ter efeito heterogêneo entre as companhias de capital aberto. O grupo de tecnologia, mídia e telecomunicações (TMT) deve ter uma das maiores reduções, com tributação indireta que cai de 29% para 12% da receita bruta.

Agronegócios, varejo e alimentos e bebidas também ficam com taxação menor, segundo o estudo. Entre os que mais devem ter aumento de carga relativa estão o setor de investimentos imobiliários, instituições financeiras, saúde e educação. Esses segmentos estão entre os que podem ter tratamento diferenciado, embora não exatamente favorecido em todos eles, segundo declarações de representantes do governo.

Fonte: Valor Econômico